Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Minha iniciação no mundo Linux


Antes de eu começar a estudar/trabalhar com programação eu era apenas um "windowszeiro" que instalava diversos programas e utilitários no computador, um cerelon com 512 de memória. Pra mim aquilo era o máximo e eu estava nos limites de "fuçar" o PC. Não fazia idéia do vasto mundo de conhecimento e possibilidades que me aguardava. Na minha ingnorância tecnológica naquele tempo eu não fazia idéia que um acidente ao testar uma distribuição Linux e uma manual intitulado como se tornar um hacker mudaria toda minha experiência com tecnologia e carreira profissional.


Certo dia ao abrir a gaveta da bancada onde ficava o PC, me deparei com um CD do Kurumin 4.0 (de origem desconhecida para mim), do qual até então eu não fazia idéia que existia.


Abri a bandeja do CD-ROM, coloquei o CD do kurumin, reiniciei o PC e para a minha surpresa o sistema estava iniciando atráves do CD e sendo carregado na memória em tempo real! fiquei impressionado era fantastico! e foi isso que em vi:
Haaa que saudades do KDE 3, que era o ambiente gráfico do saudoso sistema operacional criado por Carlos Eduardo Morimoto:


Considerado um dos maiores especialistas em informática do Brasil, escreveu diversos livros que podemos ler online aqui.
infelizmente (ou felizmente dependendo do ponto de vista) Carlos E. Morimoto se desfez de todos os seus bens, abandonou tudo e foi seguir a religião Hare Krishna.


Lá estava eu... um sistema totalmente novo, um ambiente gráfico fantástico e cool. A curiosidade tomou conta e sai "fuçando" todas opções e novos aplicativos. Lembro vagamente que tinha uma opção de "Instalar o sistema" alguma coisa. Cliquei é claro. Não me recordo do processo de instalação, só me lembro de alguns minutos depois está com Kurumin Linux instalado sem saber direito o que tinha feito e o pricipal: de ter apagado todo o meu HD (que anteriormente continha o Windows com todos os meus arquivos :( ).
foi traumático inicialmente, mas sobrevivi e pensei "Já que perdi tudo vou usar esse sistema só de raiva". Dias depois era lançada a atualização para o Kurumin 7, cliquei em atualizar e em minutos eu tinha um sistema totalmente novo, com um visual ainda mais bonito e com diversas ferramentas novas de configuração e instalação de aplicativos. Esse era o fantástico Kurumin 7:


Sabe o que é ficar maravilhado? foi como fiquei... pra quem estava acostumado ao visual feio do Windows XP, ver o KDE 3.5 em ação pela primeira vez foi fantástico. E esse foi meu sistema padrão durante muito tempo. Acompanhava o site do Morimoto diariamente, lia muito sobre linux e fui evoluindo e aprendendo o que era um sistema operacional eficiente, customizável e seguro.


Nesse período, vagando pela internet eu me deparei com o supracitado "Manual do Hacker". Pesquisando aqui fiquei na dúvida e não encontrei ao certo esse Manual, não sei se é o Guia do Hacker Brasileiro ou algum outro, mas enfim o importante desse material foi algumas informações na introdução onde o autor destacava a importância de se aprender C, Linux, HTML e Lógica de programação (Não necessáriamente nessa ordem) segui o consêlho do autor e comecei a pesquisar sobre esses assuntos. E isso fez muita diferênça no futuro.


Esse foi o início de uma grande jornada no mundo Linux, uma jornada de muito aprendizado e madrugadas instalando e configurando alguma distribuição linux. Não parei no Kurumin, tive conhecimento de várias distribuições diferentes cada uma com um foco específico as principais são:

Esses exemplos são só pra começar, pois existem milhares de variações de distribuições para todos os gostos.
Já passei por várias, inclusive em um certo período entrei em um ciclo vicioso onde eu instalava uma distribuição diferente toda semana. Hoje em dia estou curado e uso o Debian no meu computador em casa e o Xubuntu no trabalho. Estou com essas duas distros há mais de um mês sem formatar e isso já é uma vitória (rsrs).

Base de aprendizado


Tirando o forum Guia do Hardware citado no início desse post, uma das principais fontes de aprendizado no linux foi o Guia Foca Linux um manual que aborda desde o básico de computadores a administração de redes e segurança e o melhor totalmente free.
Os livros no Morimoto também foram uma fonte indispensável de conhecimento. Não sei qual mágica ele usava, mas ele conseguia fazer com que um assunto bem complexo fosse de fácil compreenção.
Pra finalizar temos o Manual Utilizando o Arch Linux no Desktop que aborda vários assuntos mais específicos do Arch.


E isso foi um pouco da minha história com o GNU/Linux, e a sua como foi? deixe nos comentários e compartilhe sua experiência também.

Discussions